Qual é a diferença entre Serasa e SPC?

Estes são dois assuntos que tiram o sossego de muitas pessoas, só que nem todo mundo entende as diferenças entre a Serasa Experian e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Desta maneira, a informação pode ser útil para evitar problemas com o seu crédito.

De maneira geral, essas são organizações que registram dados pessoais, como, por exemplo, endereço, nome, CPF, além de outros dados, como as dívidas antigas, cheques roubados e/ou protestados.

Mesmo que se trate de companhias totalmente distintas, o objetivo pode ser considerado bastante semelhante: repassar dados para estabelecimentos comerciais e agências bancárias para conceder mais segurança quando ocorre a concessão de prazo, empréstimo ou financiamento.

Quando você pode entrar no registro do Serasa ou SPC?

Por isso, quando você não consegue pagar uma parcela de uma dívida, o banco ou o estabelecimento pode encaminhar essa situação para o SPC e a Serasa, relatando que você está inadimplente, isso significa, negativado. E esse registro pode ser acessado por qualquer pessoa que decida contratar o serviço de uma destas organizações.

A partir do não pagamento de uma dívida, o seu nome consta nos arquivos do Serasa ou SPC por 5 anos levando em conta a data da negativação. No entanto, no instante em que você normalizou a sua situação com a loja ou agência financeira também deve ser eliminado dos registrados.

Caso isso não aconteça, as empresas devem retirar essa informação do seu cadastro depois da passagem de cinco anos. Sendo assim, você só permanece negativado se contraiu mais alguma despesa.

Entenda a distinção entre o Serasa e o SPC de uma vez por todas

Como citado anteriormente, as duas empresas contam com o mesmo intuito: alertar quem está com o nome sujo e dar outros dados relevantes para que os empreendimentos possam efetuar os seus trabalhos em caráter financeiro com mais segurança.

Geralmente, a Serasa acaba contendo a maior parte dos dados sobre as pessoas com dívidas em agências bancárias, ao mesmo tempo em que o SPC possui maior acesso às informações dos cidadãos que estão em situação irregular no comércio.

Apesar disso, quando se encontra negativado, esse dado sempre chega para o banco de informações de companhias de prestações de serviços. Portanto, as distinções entre o SPC e Serasa tem mais a ver com a elaboração e aos modelos de consulta do CPF.

Conheça a função do SPC

O SPC conta com o apoio financeiro das associações comerciais, ou seja, os CDL. Quer dizer que o SPC repassa aos donos de estabelecimentos comerciais a lista de pessoas jurídicas e físicas que estão com o nome com algum problema. No entanto, essa consulta sai em torno de R$ 10.

Conheça a função do SCPC

Recentemente, o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), administrado pela Boa Vista Serviços, começou a oferecer o serviço de checagem do seu CPF de maneira gratuita pela rede mundial de computadores, o que pode auxiliar muitos negativados a solucionar a sua situação sem necessitar gastar mais nada.

Conheça a função do Serasa Experian

Criada ainda na década de 1960 em parceria da Associação de Bancos do Estado de São Paulo (Assobesp) com a Federação Brasileira das Associações de Bancos (Febraban), a Serasa agora pertence a um empreendimento da Irlanda, recebendo o nome de Serasa Experian.

Normalmente, essa companhia é uma das primeiras – senão a primeira – a ser alertada quando você acaba não arcando com alguma conta. Quando isso ocorre, o consumidor tem o direito de receber um comunicado formal a respeito da sua condição de negativado e um prazo de dez dias para solucionar a pendência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *